Sem sombra

Procuro as mãos da Avó
por entre o linho e o rosmaninho do lençol…

As mãos
que me poisavam nos cabelos
para tornar leve o sono…

Mãos
que gesticulavam histórias
e me aconchegavam o sonho.

Procuro as mãos da Avó…
Agora só sombras de memória
coisas que amamos
mesmo perdidas.

Teresa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: