Portas

Somos feitos de pó de estrelas; daí, a nossa busca eterna.

Quando uma porta de felicidade se fecha, outras se abrem em paralelo, porque a vida é movimento.

Mas ficamos tanto tempo a olhar para a porta que se fechou, perdemos tanto tempo a lamentar esse facto, que não vemos as oportunidades que surgem diante dos nossos olhos.

Oportunidades que nos estendem a mão e nos sorriem, mas que não conseguimos ver.

Eliana Lopes
(Adaptação)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: